Patrocínio:



Apoio:

SUS Ministério da Saúde SBN SBC DHA anad





releases

Sociedade Brasileira de Hipertensão sugere presente diferente no Dia das Crianças

Lembrando a proximidade do Dia Nacional de Prevenção da Obesidade e do Dia das Crianças, a entidade ressalta a importância de uma infância mais saudável

No próximo fim de semana comemorando o Dia das Crianças, motivo de corrida às lojas e shoppings, para a compra de presentes para os pequenos. Um dia antes, 11 de outubro, temos uma data importante para os dias atuais, embora menos divulgada: o Dia Nacional de Prevenção da Obesidade. É muito oportuno aproveitar as duas datas para a divulgação de um problema de saúde pública, que tem tido especial atenção da Sociedade Brasileira de Hipertensão: a relação entre obesidade e hipertensão na infância e adolescência.

Muitas evidências internacionais, incluindo estudos brasileiros, têm mostrado um aumento importante na hipertensão arterial entre crianças e adolescentes, tendo como causa principal o aumento de peso e a falta de atividade física. Nos EUA, evidências recentes mostram uma prevalência de obesidade de 14.5% entre crianças de famílias de baixo poder aquisitivo. Assim, torna-se fundamental um trabalho de prevenção da obesidade, sobretudo entre os jovens, pelo incentivo de uma dieta mais saudável e de maior atividade física, sobretudo nas crianças e adolescentes que apresentam sinais de elevação da pressão arterial e de alterações de glicose e de colesterol que estão associados ao aumento de peso nesta fase da vida.

Torna-se cada vez mais importante a avaliação precoce das crianças que tenham familiares com obesidade e hipertensão, e também das crianças que nasceram com baixo peso, pois já se sabe que estas crianças que nascem com um peso abaixo do esperado para o tempo de gestação têm mais chance de apresentar hipertensão, diabetes e obesidade.

“Por isso, não devemos ficar parados e atuar cada vez mais cedo na prevenção da obesidade e das doenças cardíacas”, comenta Dr. Luiz Bortolotto, conselheiro da SBH. O médico ressalta que as principais estratégias para a prevenção e tratamento do sobrepeso e obesidade na infância e adolescência com vistas à prevenção da hipertensão e outras doenças cardiovasculares como o infarto, além do diabetes, devem envolver toda a sociedade, incluindo ações nas escolas, na família, governamentais e na indústria alimentícia.

Para o Dr. Fernando Nobre, presidente da Sociedade Brasileira de Hipertensão, a pressão alta é um dos mais graves fatores de risco para as doenças cardiovasculares. A campanha alerta como o tratamento é extremamente necessário, pois se trata de uma doença silenciosa, que não apresenta sintomas perceptíveis, a não ser quando acontecem complicações como o AVC ou infarto, duas das maiores causas de morte da população brasileira.

Uma dieta rica em frutas e vegetais com baixa quantidade de gorduras e açúcar, ao lado de uma atividade física regular podem reverter um panorama muito ruim, com menos crianças obesas e hipertensas, e um futuro com adultos sem hipertensão e sem diabetes. Assim, no próximo fim de semana, ao comemorar o Dia das Crianças, a Sociedade Brasileira de Hipertensão sugere oferecer a elas o melhor presente para o futuro: um almoço saudável acompanhado de um passeio no parque com muita atividade física.



Voltar
Acesse o site da SBH no celular





A importância de cuidar de si
Destaque
Entrevista para Rede Vida com Dr. Francisco Habermann.