Patrocínio:



Apoio:

SUS Ministério da Saúde SBN SBC DHA anad





releases

Hipertensão arterial retorna em paciente com 8 anos de cirurgia bariátrica

\"advice\" \"sbh\"

 

 

Depois de ser eliminada com a cirurgia bariátrica, pesquisa recente mostra que a pressão arterial retorna ao seu estágio inicial após alguns anos. O fenômeno pegou de surpresa os especialistas no assunto, pois as razões ainda são desconhecidas



Em estudo realizado na Suécia, conhecido como SOS - Swedish Obese Subjects -, cerca de 1508 obesos foram acompanhados durante 8 anos após a realização da cirurgia bariátrica. Com uma redução de aproximadamente 18% no peso do corpo, a pressão sistólica dos participantes caiu 12mm/Hg, enquanto a diastólica diminuiu 8mm/Hg, números consideráveis. Porém, o que chamou a atenção dos médicos foi que num período pós-cirúrgico de 6 a 8 anos, enquanto o peso da maioria dos participantes manteve-se estável, variando muito pouco, a pressão sangüínea aumentou, retornando aos padrões pré-cirúrgicos. Por outro lado, a prevenção ao diabetes foi fantástica, pois após 2, 6 e 8 anos de cirurgia bariátrica, a condição clínica de diabetes desapareceu ou foi rigorosamente controlada. O colesterol também permaneceu com índices bastante reduzidos.

“Esta descoberta surpreendente reforça o cuidado que todos devem ter com a alimentação e a preocupação em levar uma vida com mais saúde, com foco na prevenção, para evitar o ganho de peso, uma vez que a obesidade dobra o risco de desenvolver a pressão alta”, comenta o cardiologista Hilton Chaves, segundo secretário da SBH. De acordo com o especialista, especula-se no meio científico se o fato de na Suécia utilizarem muito o implante da banda gástrica (diferente da cirurgia bariátrica) não poderia ser um dos fatores que explicam o resultado negativo do estudo em relação à pressão arterial. Ele ainda faz um alerta para o crescimento da população obesa no país, pois a Pesquisa de Saúde Mundial constatou que 39% dos brasileiros têm sobrepeso e 10% são obesos.

A redução de peso sempre esteve ligada à redução da pressão arterial. Isso é válido também para os casos de emagrecimento pela cirurgia bariátrica, que é o método mais eficaz na perda de peso. Entretanto, esta constatação ocorria porque a medição da pressão era feita somente nos anos inicias do emagrecimento. Os efeitos a longo prazo eram menos examinados e, conseqüentemente, menos conhecidos.

Todos sabem que emagrecer é uma tarefa extremamente difícil. E manter o peso é ainda mais complicado. Somente 20% daquelas pessoas que emagrecem conseguem continuar com a mesma medida apenas com a modificação dos hábitos, como a adoção de uma dieta mais saudável e a prática de exercícios físicos. Por isso, a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) destaca que a prevenção é a melhor forma para evitar o excesso de peso, que mantém estreita relação com a pressão arterial.

Sobre a SBH: A Sociedade Brasileira de Hipertensão é uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, que trabalha com o objetivo de estimular o intercâmbio de informações e a pesquisa (básica, clínica e epidemiológica) sobre a hipertensão arterial e as moléstias cardiovasculares entre cientistas e profissionais da saúde brasileiros. Ela incentiva jovens cientistas e médicos a desenvolverem pesquisas em hipertensão arterial, além de educar sobre os aspectos da hipertensão e as moléstias cardiovasculares. Promove ainda a detecção, o controle e a prevenção da hipertensão e outros fatores de risco cardiovascular na população brasileira.

Advice Comunicação Corporativa
Vinícius De La Rocha
Tel: (11) 5103-2779 / 8427-6974
vinicius@advicecc.com
www.advicecc.com



Voltar
Acesse o site da SBH no celular





A importância de cuidar de si
Destaque
Entrevista para Rede Vida com Dr. Francisco Habermann.